Palavras Domesticadas

Palavras Domesticadas

quinta-feira, 25 de março de 2010

A Irreverência da Tropicália



Começou ontem, dia 24, e vai até 16/04 a amostra A Irreverência da Tropicália, no Sesc Campos. O evento traz exposição, painéis ilustrativos, espetáculos musicais, performance teatral, audição de discos em vinil e exibição de filmes.
A exposição mostra figurinos da época, como túnicas, colares, roupas coloridas, um casaco de peles semelhante ao que Caetano usa na capa do disco londrino, além de imagens de fotos, desenhos e anotações de Torquato Neto e painéis fotográficos com frases marcantes de letras e declarações. A parte musical acontecerá sempre às quintas, no horário das 20h, no cyber espaço do Sesc com shows de Adriana Medeiros e Maria Fernanda (25/03),Poeira D'Água (08/04)e Betinho Assad Power Trio (15/04). Sempre antes do shows vai rolar sons da Tropicália em vinil durante uma hora. Os filmes serão exibidos às sextas, sempre às 19h: dia 26/03 - Macunaíma, de Joaquim Pedro de Andrade; 09/04 - Porto das Caixas, de Paulo César Saraceni; 16/04 - São Paulo Sociedade Anônima, de Luiz Sérgio Person. Não assiti aos dois últimos, e não sei a ligação deles com o Tropicalismo. As datas de lançamento de ambos são anteriores ao movimento (1962 e 1965), mas a estética pode até ser proto-tropicalista. Macunaíma, de 1969, é Tropicália pura.
Vale a pena prestigiar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário