Palavras Domesticadas

Palavras Domesticadas

domingo, 10 de janeiro de 2010

Um Show Inesquecível



Era verão de 79. Final de janeiro. Um dia abro o jornal e leio uma nota anunciando que Milton Nascimento iria dar um show na praia de Grussaí. Seria numa quarta-feira, 02 de fevereiro. Nesse dia eu teria que estar em Niterói para fazer uma prova de vestibular para uma faculdade de psicologia. Teria que fazer uma opção: o show ou o vestibular. Optei pelo primeiro. Eu não tinha tanta convicção quanto ao curso, e ter que morar fora a partir daquele ano. Quanto ao show, eu tinha a mais absoluta certeza que não poderia faltar. Comuniquei a minha mãe minha decisão. Ela não se opôs.
No dia do show chovia forte. A praia fica há aproximadamente 40 km de Campos. Rumei para a rodoviária embaixo de chuva forte, vestindo um casaco de chuva, de nylon. O próximo ônibus me deixaria no local do show meio que em cima do horário marcado. Torcia para o show atrasar um pouco para que eu não perdesse nada.
Ao chegar, fui direto para o Grussaí Praia Clube, local do show, que tinha acabado de começar. Comprei o ingresso, e ao entrar no salão, vi o palco de longe, pois o ginásio estava tomado de gente. Tentava me posicionar em um local onde pudesse ver melhor o palco, que estava bem distante. Naquele momento uma menina me fez um favor que eu nunca me esqueci. Vendo que eu procurava quase desesperadamente encontrar uma melhor posição para ver melhor o palco, ela me indicou uma porta próxima a nós, dizendo que se eu entrasse por ela ficaria bem perto do palco. Corri para a porta, e para minha alegria fiquei de frente pro palco. Nem deu para agradecê-la direito.
Milton tinha lançado há pouco tempo o Clube da Esquina 2. Com ele vieram Novelli (baixo), Danilo Caymmi (flautas), Nelson Angelo (guitarra), Raimundo Queiroz (teclados), Robertinho Silva (bateria), além da participação especial de Beto Guedes.
Vários clássicos foram cantados, e eu quase não acreditava que estava há poucos metros daquela voz que eu tanto admirava. Promessas do Sol, Canção do Sal, Cravo e Canela, Paula e Bebeto, e tantas outras músicas foram apresentadas. Então Beto Guedes subiu ao palco, e junto a Milton, fez o dueto antológico de Fé Cega, Faca Amolada. Em seguida Mlton deixou o palco por conta de Beto, que cantou Lumiar e Amor de Índio.
Ao voltar ao palco, Milton cantou Travessia, para delírio do público Não me lembro de todas as músicas tocadas, mas o auge do show foi com Maria Maria, que na época fazia um grande sucesso, e foi a música que encerrou o show. Logicamente rolou o bis, que veio com Para Lennon e McCartney. A música novamente levantou a plateia, e eu, contagiado pelo clima, comecei a pular e cantar feito um louco. Lembro-me bem que como não haveria mais ônibus de volta pra cidade após o show, talvez tivesse que esperar amanhecer o dia para voltar pra casa. Então levei um sanduíche de queijo embrulhado em um papel de pão, para quando batesse uma fome. Mas durante Para Lennon e McCartney eu pulava tanto, que o sanduíche, que estava em meu bolso, voou longe, e eu nem reparei. Um cara que estava próximo o devolveu intacto.
O show foi encerrado com A Lua Girou, só com voz e violão. Foi inesquecível. Ainda guardo a matéria de jornal que saiu dois dias depois, e ilustra essa postagem.
Terminado o show, já não chovia, e era hora de tentar uma carona. Fui para a beira da estrada, e não demorou muito uma amiga que passava, parou e me deu uma carona. Saiu tudo perfeito. Só faltou agradecer a menina que me mostrou aquela porta.

4 comentários:

  1. Ai, que bom quando a gente tem histórias, não? Fiquei, aqui, tentando imaginar você cantando e pulando feito louco. hehehe!
    Quem sabe a "santa net" não faz, por você, o agradecimento...Não duvido de nada.

    bjins

    ResponderExcluir
  2. Eu estava quase nascendo quando rolou isso aí!

    Muito legal o blog, vou estar sempre por aqui.

    ResponderExcluir
  3. Que emoção maravilhosa a desse show... que vontade de estar nele e vibrar com esses músicos sensacionais e a voz jovem e vibrante do nosso rei congo! Amei!

    ResponderExcluir
  4. Eu dancei muito, c0m0 sempre e pertinho deles! Realmente tinha acabado de ser lançado o disco. eu tinha e cantava tudo junto , inesquecível!

    ResponderExcluir